Exercício de simulacro nas instalações da ICM Trans em Cabra Figa

No dia 21 de Dezembro de 2018, às 15H08, a ICM TRANS realizou mais um exercício de simulacro no âmbito do Plano de Emergência Interno aprovado para as suas instalações situadas em Cabra Figa.

 

O exercício de simulacro contou com a colaboração e a participação dos Bombeiros Voluntários de São Pedro de Sintra.

A realização do exercício pretendeu atingir os seguintes objetivos:

  • Promover a interiorização dos conceitos associados às instruções e procedimentos de emergência associados às ações de intervenção e às rotinas de alarme e alerta, com o objetivo de melhorar o nível de desempenho na atuação em caso de sinistro;
  • Testar as instruções e procedimentos de atuação em caso de sinistro implementados, no sentido de identificar eventuais lacunas e possibilidade de melhoria;
  • Testar as comunicações entre os diversos elementos da estrutura operacional para reposta a situações de emergência;
  • Testar a interação entre a equipa de intervenção da ICM TRANS e as equipas de socorro externas.

O simulacro contemplou o seguinte cenário:

  • Durante uma operação de descarga de um veículo de transporte, na zona dos cais de carga e descarga, ocorre um incêndio numa palete de produto químico no estado físico de aerossol (com características de gás extremamente inflamável);
  • Os potenciais riscos associados são o da propagação do incêndio, e da libertação de fumos e gases tóxicos.

Em termos da avaliação do exercício, destacamos os seguintes aspetos:

  • Empenho e atitude de todos os elementos intervenientes;
  • Acão eficaz dos elementos da equipa de intervenção (brigada interna de incêndios);
  • Rapidez na evacuação do estabelecimento;
  • Rapidez na transmissão do alerta aos meios de socorro e de intervenção, e às entidades vizinhas ao estabelecimento;
  • Rapidez na chegada dos meios de socorro (Bombeiros Voluntários de São Pedro de Sintra).

A ICM-TRANS agradece a colaboração de todas as pessoas e entidades envolvidas neste simulacro, nomeadamente, aos elementos da brigada interna de incêndios, da Workcare, vigilantes da SOV e Bombeiros Voluntários de S. Pedro de Sintra, bem como à Bayer CropScience (no papel de observador).

 

sim-2018-01   sim-2018-01   sim-2018-01   sim-2018-01